21 de jun de 2015

BOECHAT VERSUS MALAFAIA:1º ROUND.

Boechat humilhou Malafaia. E agora?

Por Kiko Nogueira, no blog Diário do Centro do Mundo:
“Malafaia, vai procurar uma rola, vai. Não me encha o saco. Você é um idiota, um paspalhão, um pilantra, tomador de grana de fiel, explorador da fé alheia. Você gosta é muito de palanque, eu não vou te dar palanque porque tu é um otário”.

Ricardo Boechat mitou ao falar no rádio uma verdade ancestral, com tom de malandro carioca, a uma das figuras mais execráveis da vida pública brasileira.

Tudo no espaço de um dia. Silas Malafaia havia externado seu descontentamento com o jornalista depois que ele atribuiu as pedradas que uma menina recebeu ao sair de uma festa do candomblé à pregação odienta de evangélicos.

A resposta de Boechat motivou um último ataque histérico do pastor, que o desafiou para um debate e avisou que vai processá-lo: “Eu vou dar a oportunidade na justiça para ele provar o que disse de mim no microfone”.

Malafaia é imbatível na arte de ser um pulha, prova isso todos os dias e a invertida que levou está ribombando em sua alma e em alguns órgãos de seu corpo, graças a Javé. Agora: Boechat, provavelmente, se meteu em uma fria, e não apenas por causa do processo.

As igreja neopentecostais são responsáveis por uma fatia enorme do faturamento do Band. No começo do ano, diversos contratos foram fechados. Houve um acerto com a Igreja Internacional da Graça de Deus, do tal Missionário R.R Soares, com a Universal e com, veja bem, a Assembleia de Deus, de Malafaia.

Menciona-se a quantia de 300 milhões de reais com as cessões de espaço na TV. Soares, por exemplo, com suas canções malucas para o Senhor, ocupa o horário nobre. A IURD fica na madrugada. Malafaia entra ao meio dia de sábado. As manhãs dos finais de semana também são alugadas.

Como era de se esperar em se tratando deste grande caráter, Silas já prometeu no Twitter: “Vou perguntar ao meu amigo Johnny, dono da Band, se a política do grupo é caluniar e difamar pessoas. UMA VERGONHA!”

A essa altura, ele provavelmente já falou mesmo com Johnny e a roda está girando. Só para lembrar: Rafinha Bastos foi demitido do CQC por causa de uma piada estúpida com a mulher de Marcos Buaiz, sócio de Ronaldo Fenômeno.

A grana evangélica opera milagres na Bandeirantes. Tomara que Boechat escape de uma retaliação tão baixa. A imagem da emissora sofreria um dano enorme (embora o que valha, nessas horas, seja a grana, e dane-se a imagem). De qualquer maneira, Boechat já marcou um ponto inesquecível. Resta esperar que o pastor atenda a sua recomendação e encontre o que lhe falta há décadas: uma rola de proporções bíblicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Voltar para o topo